quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Impressão digital no ubuntu

Instalando o ThinkFinger no Ubuntu

Thinkfinger é um driver free da SGS Thompson Microeletronics. O fingerprint mostrado neste material foi testado em um notebook DELL ( vostro | 1510 ), com Sistema Operacional Ubuntu 8.04 Hardy e kernel 2.6. O Thinkfinger trabalha com modelos especificos, então para cada modelo de notebook poderá haver um driver diferente.


Pacotes utilizados


Thinkfinger 0.3

Vamos adicionar os repositórios abaixo:


$ sudo vi /etc/apt/sources.list

deb http://ppa.launchpad.net/jldugger/ubuntu gutsy main restricted universe multiverse

deb-src http://ppa.launchpad.net/jldugger/ubuntu gutsy main restricted universe multiverse


Atualize sua lista de pacotes


$ sudo aptitude update


Vamos instalar os seguintes pacotes.

$ sudo apt-get install thinkfinger-tools libpam-thinkfinger


Baixar o fonte e compilar

Faça o download no link abaixo

http://sourceforge.net/project/showfiles.php?group_id=179573


Instalando as dependencias

$ sudo apt-get install build-essential libtool libusb-dev libpam0g-dev pkg-config


Configure a e compile o thinkfinger


$ sudo ./configure --with-securedir=/lib/security --with-birdir=/etc/pam_thinkfinger

$ sudo make

$ sudo make install


Teste de leitura do fingerprint

Adquira a impressão digital com o comando


$ sudo tf-tool --acquire

Ele vai te pedir a impressão digital 3 vezes ( se pedir mais é que houve falhas no reconhecimento ).


Com o comando abaixo pode-se testar os registros de digital

$ sudo tf-tool --verify

As saídas são parecidas com as abaixo

alexandre@note-alexandre:~$ sudo tf-tool --acquire


ThinkFinger 0.2.2 (http://thinkfinger.sourceforge.net/)

Copyright (C) 2006, 2007 Timo Hoenig

Initializing... done.

Please swipe your finger (successful swipes 3/3, failed swipes: 0)... done.

Storing data (/tmp/test.bir)... done.

alexandre@note-alexandre:~$ sudo tf-tool --verify

ThinkFinger 0.2.2 (http://thinkfinger.sourceforge.net/)

Copyright (C) 2006, 2007 Timo Hoenig

Initializing... done.

Please swipe your finger (successful swipes 1/1, failed swipes: 0)... done.

Result: Fingerprint does match.


Usando o ThinkFinger no seu dia a dia:

Vamos agora dizer ao PAM que faça as autenticações também pela impressão digital, assim não será necessário digitar sua senha.

Edite o arquivo de configuração do PAM

$ sudo vi /etc/pam.d/common-auth


# /etc/pam.d/common-auth - authentication settings common to all services

# This file is included from other service-specific PAM config files,

# and should contain a list of the authentication modules that define

# the central authentication scheme for use on the system

# (e.g., /etc/shadow, LDAP, Kerberos, etc.). The default is to use the

# traditional Unix authentication mechanisms.

#

# linhas originais agora comentadas

#auth requisite pam_unix.so nullok_secure

#auth optional pam_smbpass.so migrate missingok

# novas linhas inseridas

auth sufficient pam_thinkfinger.so

auth required pam_unix.so try_first_pass nullok_secure


Salve e feche o arquivo.


Adicine seu usuário ao banco de dados do thinkfinger


$ sudo tf-tool --add-user alexandre


Agora voce já pode utilizar a sua impressão digital no seu sistema gráfico é até no terminal.

Problema com mouse no Fedora ?

Olá pessoal,

bom dia

hoje irei deixar registrado aqui uma experiência nova, ajudei um amigo a corrigir um problema no Fedora 10, onde seu mouse ficava invisível. Ao clicar ele aceitava mas você nunca sabia onde estava o ponteiro, depois de várias pesquisas achei uma dica no site Viva o Linux.

Abaixo segue os passos que foram feitos para solucionar o problema:


1) Abra um terminal e execute os comandos abaixo;

Aqui estamos logando como root

$ su -

Agora vamos derrubar a interface gráfica e logar apenas em modo texto

# telinit 3
ou
# init 3

2) O passo seguinte é configurar o X, onde será criado um
arquivo de configuração "xorg.conf.new" dentro /root:

# X -configure


3) Vamos editar o arquivo de configuração:


# vim /root/xorg.conf.new


4) substituindo a linha e salvando o arquivo a seguir:


#Option "SWcursor" # []

Lembrando que o "#" indica que a seguinte linha está comemtada


Por:


Option "SWcursor" "ON"
Option "HWcursor" "OFF"


Para salvar e sair dentro do VIM:

:wq

5) Copie o arquivo "/root/xorg.conf.new" para "/etc/X11/xorg.conf":

# cp -Rvf /root/xorg.conf.new /etc/X11/xorg.conf

6) para voltar a interface gráfica execute:

# telinit 5

ou

# init 5

Pronto, seu mouse estará funcionando normalmente.

Abraços a todos e até a próxima



segunda-feira, 6 de setembro de 2010

aptitude show

Olá,

boa tarde.

Como todos sabem o apt-get é uma excelente criação das distribuições baseadas em Debian GNU/Linux. O aptitude é uma evolução dessa maravilhosa ferramenta.

Uma opção que vou mostrar aqui é a opção "show" que mostra informações sobre o pacote. Abaixo segue 2 exemplos, o php5 está instalado e o snort não. Observe:

# aptitude show php5
Pacote: php5
Estado: instalado
Automaticamente instalado: não
Versão: 5.2.6.dfsg.1-1+lenny9
Prioridade: opcional
Seção: web
Mantenedor: Debian PHP Maintainers
Tamanho Descompactado: 20,5k
Depende de: libapache2-mod-php5 (>= 5.2.6.dfsg.1-1+lenny9) |
libapache2-mod-php5filter (>= 5.2.6.dfsg.1-1+lenny9) | php5-cgi (>=
5.2.6.dfsg.1-1+lenny9), php5-common (>= 5.2.6.dfsg.1-1+lenny9)
Descrição: linguagem de script incorporável em HTML, lado servidor (metapacote)
Este pacote é um metapacote que, quando instalado, garante que você tenha ao
menos uma das três versões do lado-servidor do interpretador PHP5 instalada.
Remover este pacote não removerá o PHP5 do seu sistema, entretanto pode
remover outros pacotes que dependam deste.

PHP5 é uma linguagem de script que pode ser incorporada no HTML. Muita da sua
sintaxe é emprestada do C, Java e Perl com alguns recursos específicos de PHP
lançados nele. O objetivo da linguagem é permitir que desenvolvedores escrevam
rapidamente páginas dinamicamente geradas. Esta versão do PHP5 foi construída
com o patch Suhosin.
Página web: http://www.php.net/

# aptitude show snort
Pacote: snort
Estado: não instalado
Versão: 2.7.0-20.4
Prioridade: opcional
Seção: net
Mantenedor: Javier Fernandez-Sanguino Pen~a
Tamanho Descompactado: 1061k
Depende de: snort-common-libraries (>= 2.7.0-20.4), snort-rules-default (>=
2.7.0-20.4), debconf (>= 0.2.80) | debconf-2.0, syslogd |
system-log-daemon, libc6 (>= 2.7-1), libgcrypt11 (>= 1.4.0),
libgnutls26 (>= 2.4.0-0), libgpg-error0 (>= 1.4), libltdl3 (>=
1.5.2-2), libpcap0.8 (>= 0.9.3-1), libpcre3 (>= 7.4), libprelude2,
libtasn1-3 (>= 0.3.4), zlib1g (>= 1:1.1.4), snort-common (>=
2.7.0-20.4), logrotate
Pré-Depende de: adduser (>= 3.11)
Recomenda: iproute
Sugere: snort-doc
Conflita com: snort-mysql, snort-pgsql
Substitui: snort-common (< 2.0.2-3)
Fornecido por: snort-mysql, snort-pgsql
Descrição: flexible Network Intrusion Detection System
Snort is a libpcap-based packet sniffer/logger which can be used as a
lightweight network intrusion detection system. It features rules based
logging and can perform content searching/matching in addition to being used
to detect a variety of other attacks and probes, such as buffer overflows,
stealth port scans, CGI attacks, SMB probes, and much more. Snort has a
real-time alerting capability, with alerts being sent to syslog, a separate
"alert" file, or even to a Windows computer via Samba.

This package provides the plain-vanilla version of Snort and does not provide
database (available in snort-pgsql and snort-mysql) support.
Página web: http://www.snort.org/


Mais informações :
#man aptitude

Abraços a todos

Flavio Reis

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Como mostrar a barra de endereços do Nautilus no Ubuntu 10.04

Olá!

Hoje vou mostrar uma dica sobre o Nautilus.

Pra quem instalou o Ubuntu 10.04 e ficou perdido procurando a barra de endereços do Nautilus, pois assim como eu prefere digitar o endereço na mão, segue a dica:

ctrl + L

Ou pode-s editar o gconf-edit

Use o alt + F2 e digite gconf-edit

Na telinha busque a chave

app / nautilus / preferences / always_use_location_entry

Deixe True [x]

Observe a Figura abaixo !



Creio ter ajudado

Abraços, e até a próxima.